App para pagamento de vagas do zona azul começa a operar em Salvador

 

Apesar da implementação do serviço digital já estar disponível nesta segunda-feira (15), cartelas de papel ainda serão válidas por um ano.

Novidade: motoristas já podem pagar vagas na zona azul por aplicativos

O aplicativo de celular que permite que motoristas e motociclistas de Salvador paguem o estacionamento zona azul começou a operar nesta segunda-feira (15). O app está disponível para download gratuito nas lojas virtuais, tanto para o sistema Android quanto IOS.

Salvador tem 11.192 vagas de zona azul espalhadas em 287 pontos. Apesar da implementação do novo serviço, as cartelas de papel ainda estarão em operação por cerca de um ano, e os motoristas poderão utilizar os dois métodos para pagar quando estacionar na zona azul.

De acordo com a prefeitura de Salvador, aplicativos de três empresas estarão disponíveis para download nas lojas virtuais. A relação das empresas crendenciadas será atualizada gradativamente e pode ser vista no site da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador).

Após baixar o aplicativo, os condutores devem cadastrar login e senha. É necessário ainda informar o CPF ou CNPJ e alguns dados pessoais.

O pagamento através do aplicativo pode ser via cartão de crédito, débito e boleto bancário. Os créditos podem ser comprados com antecedência ou apenas no momento em que o motorista for estacionar o veículo. Não haverá alteração nos valores já cobrados atualmente que são: R$3 por 2h; R$6 por 6h e R$9 por 12h. Em eventos, a cobrança pode variar entre R$10 e R$20, dependendo da sinalização.

A Transalvador informou que os motoristas credenciados para estacionamento em vagas especiais, (idosas, pessoas com deficiência ou com dificuldade de locomoção, gestantes e lactantes) podem comprar os créditos normalmente pelo aplicativo. Entretanto, o órgão de trânsito alerta que, nas vagas reservadas, continua sendo obrigatório manter no painel do veículo o cartão de credenciamento emitido pela Transalvador.

Fiscalização

A Transalvador informou que os agentes de trânsito vão continuar fazendo a fiscalização nos estacionamentos Zona Azul, entretanto, eles utilizarão um aplicativo próprio. No sistema, eles vão digitar o número da placa do veículo e, caso o pagamento não tenha sido realizado, a pessoa será multada por estacionar em local irregular. A infração é grave e a multa custa R$ 195,23, conforme informou a Transalvador.

Os créditos ativados e encerrados com saldo de horas podem ser reutilizados em outro logradouro, desde que a regra de utilização seja a mesma. Por exemplo, se o motorista efetuar o pagamento por 2h e só ficar uma hora estacionado, ele poderá utilizar esse crédito em outra área de estacionamento Zona Azul, na mesma modalidade de 2h, que é de curta duração.

"O motorista deve obedecer ao modelo e ao tempo de duração [do estacionamento]. As regras não mudam. As pessoas devem ficar atentas às sinalizações existentes", destacou o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller.

Fonte: Portal G1