Brasil estuda criação de Frente Parlamentar pela Eletromobilidade

Está em análise no Senado Federal a criação da primeira Frente Parlamentar Mista pela Eletromobilidade, chamada de FPELETROMOBILIDADE. A ideia partiu do senador Rodrigo Cunha (PSDB/AL). 

Entre os objetivos propostos está a discussão de projetos de lei e medidas que possam ampliar a participação de veículos elétricos, principalmente ônibus, na mobilidade de cidades brasileiras de médio e grande porte.

Vale lembrar que poucas cidades ou Estados do país têm planos efetivos na área da eletromobilidade, como a troca da atual frota de veículos à combustão por modelos elétricos - sustentáveis, muito menos poluentes e mais silenciosos.

Um dos exemplos mais concretos é o da capital paulista. A Prefeitura de São Paulo promete que a cidade terá ao menos 2,6 mil ônibus elétricos (cerca de 20% da frota) operando nas linhas municipais até o fim de 2024.


Como hub de mobilidade e acreditando no poder da eletromobilidade nos deslocamento de pessoas, a Estapar apoia a iniciativa e torce para que a frente parlamentar seja criada o mais breve possível no Senado Federal.