Cidades Modelo: A solução de Oslo para reduzir a emissão de gás carbônico

Em 2019, Oslo, na Noruega, foi reconhecida como a capital verde da Europa. Essa escolha foi baseada em indicadores como: qualidade do ar, mobilidade urbana sustentável e inovação verde. 

Desde 2016 a prefeitura da cidade acompanha a emissão de gás carbônico da mesma forma que administra seu orçamento anual. A meta é reduzir a emissão de Co2 pela metade. Essa preocupação da cidade em crescer de forma sustentável, reflete no comportamento da população.

Em março, pela primeira vez, a venda de automóveis elétricos, superou a de veículos a gasolina e a diesel.  De acordo com o órgão de trânsito nacional, 58,4% dos novos carros da cidade, são elétricos. Além disso, a Noruega pretende encerrar as vendas de veículos a gasolina até 2025.

Outra iniciativa de Oslo é o incentivo ao consumo consciente. Para evitar desperdício de produtos e dinheiro, as bibliotecas da cidade são abertas para reuniões, em que pessoas trocam ou doam itens que não usam mais.

É dessa forma que a cidade norueguesa conseguiu, usando seus próprios recursos financeiros e estruturais, conquistar o selo de capital verde.  Nossas capitais brasileiras ainda estão longe de se tornarem cidades modelo, mas a Estapar permanece engajada em contribuir com a mobilidade urbana, com auxílio de inovação e tecnologia.