Embraer começa a testar veículo voador elétrico

A notícia é animadora para a eletromobilidade nacional. A Embraer, através da subsidiária Eve Air Mobility, começou a testar no início de novembro um veículo elétrico de pouso e decolagem vertical, conhecido mundo afora pela sigla eVTOL (electric vertical take-off and landing).

A empresa está realizando seis voos diários até 6 de dezembro, na rota entre o Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão) e a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. A viagem-teste custa R$ 99 por passageiro, preço semelhante ao que deve ser aplicado quando o futuro modal estiver em operação.

O novo modelo de aeronave lembra um helicóptero, mas tem menos hélices, é muito mais silencioso e tem emissão zero de carbono. Se você ficou interessado, saiba que as passagens estão à venda no site e no aplicativo da Flapper, plataforma de voos sob demanda. 


Segundo comunicado da Eve, os testes estão sendo acompanhados pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). Ainda segundo a empresa, o início da operação comercial está programado para 2026 e terá foco em viagens de curta distância.