Histórias que nos inspiram - Adélcio Antonini

O paulista Adélcio Antonini teve uma pequena parte de sua infância,  na cidade de Porto Ferreira (SP), onde gostava de jogar bola e estacionar carrinhos de brinquedo. Aos cinco anos, mudou-se com a família para Araras (SP), quando sua mãe foi transferida de emprego. 'Foi difícil porque era um recomeço para todos', avalia o Diretor de Relações Institucionais de Novos Negócios - On Street da Estapar. 

Mas logo as coisas entraram nos eixos e o pai dele, que era pedreiro, resolveu construir uma casa para a família. Ao ajudá-lo na construção, Adélcio descobriu um grande interesse pela área de criação de projetos. "Foi daí que veio a vontade de cursar o Colégio Técnico, da Universidade de Campinas (SP), vontade, que tornou-se realidade, porque  me formei em Edificações", lembra. Logo depois, cursou Engenharia Civil, em Alfenas (MG), de onde se transferiu novamente para a Unicamp para cursar Engenharia Sanitária. "Era um curso novo que envolvia toda a questão de saneamento e meio ambiente. Me formei com o maior coeficiente de rendimento da faculdade", conta orgulhoso.

Foi então que Adélcio começou a trabalhar na Associação de Engenheiro Civis de Araras, onde desenvolveu projetos de moradia popular para pessoas de baixa renda. Sempre muito determinado, passou em primeiro lugar no concurso público para Fiscal Urbano da prefeitura local. "Lá passei por alguns cargos até chegar à área de projetos de trânsito. Tive tanto prazer nisso que me especializei no assunto", revela. 

C
om sua carreira em ascensão, Adélcio assumiu a secretaria municipal de Serviços Urbanos, onde realizou diversas conquistas nas áreas de meio ambiente, coleta de lixo e limpeza pública. E confessa: “não deixei de lado o meu interesse por mobilidade, tanto que um projeto desenvolvido por minha equipe, em Araras, conquistou prêmio nacional de Segurança no Trânsito". 

Ainda na área pública, Adélcio se empenhava no processo de concessão das vagas de estacionamento do Centro da Cidade de Araras.  “Porém, sem sucesso, o que me fez fazer outra grande escolha. No auge da minha popularidade na cidade  de Araras e com meu nome forte para assumir a Prefeitura, desisti de entrar na política e montei um empresa de consultoria". E foi, em 1996, que a Estapar entrou na vida dele, atraído pelos projetos da companhia na área de gerenciamento de vagas públicas. 

"Na empresa, começamos todo um processo de modernização da Zona Azul no Brasil. Um ano depois vencemos nossa primeira licitação, coincidentemente na cidade de Araras. E a partir daí, só sucesso e crescimento", avalia. Hoje, Adélcio é responsável pela área institucional de Zona Azul da Estapar e aguarda ansiosamente a chegada do primeiro neto, filho de sua única filha, Marcelli. Parabéns, vovô!

Adélcio, você também nos inspira!