O que são cidades inteligentes?

A dinâmica das grandes cidades ao redor do mundo está em revolução. Nos últimos anos, a tecnologia tem sido uma grande aliada no planejamento e na gestão dos centros urbanos e desenha um novo horizonte para os cidadãos.

As chamadas cidades inteligentes utilizam sistemas integrados que proporcionam o desenvolvimento de centros urbanos mais eficiente, assim como mais qualidade de vida aos cidadãos através da utilização estratégica de infraestrutura, serviços, comunicação, mobilidade e outros aspectos. O tema já tem forte impacto nas grandes metrópoles globais e desperta o interesse até mesmo de cidades menores em diversos países.


Para isso, o relatório anual "IESE Cities in Motion Index", da Universidade de Navarro, na Espanha, avalia 83 indicadores para enquadrar cidades inteligentes pelo mundo. No Brasil, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo já fazem parte deste ranking.

Quando o assunto é mobilidade, essas cidades devem agir para evitar congestionamentos, diminuir os gases poluentes na atmosfera, reduzir mortes no trânsito e desenvolver uma infraestrutura mais sofisticada. Engajada no assunto, a Estapar está presente em todas essas capitais atuando diariamente em prol da mobilidade urbana. Através dos estacionamentos, contribuímos com o fluxo de trânsito nas principais vias urbanas e com a redução da emissão de gases poluentes.