Vendas de carros elétricos batem recorde no Brasil

Nunca se vendeu tantos veículos eletrificados quanto agora no nosso país. Segundo a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), foram quase 3.900 unidades somente no último mês de agosto. Isso representa o melhor período da história na comercialização de carros 100% elétricos ou híbridos.

O balanço anual também impressiona. De janeiro a agosto de 2021, 21.397 unidades saíram das fábricas para a garagem do consumidor. Número que já é superior às vendas de todo o ano de 2020, que foram de 19.745.

De acordo com analistas, a crescimento se deve, principalmente, ao aumento na oferta de modelos com essa tecnologia. Vale lembrar que algumas marcas, como a Volvo, já têm a linha completamente formada por híbridos e elétricos. E outras gigantes - Toyota, BMW e Volkswagen - querem seguir o mesmo caminho.

Com demanda em alta, a participação da venda de modelos elétricos no mercado brasileiro chegou a 1,6% no ano. Esse número se aproxima dos carros à gasolina, que detém 2,8% das comercializações. E o que chama a atenção, é que as vendas gerais estão em queda, ou seja, somente a venda elétricos/híbridos vêm subindo.


A Estapar comemora esses resultados. Motores elétricos são sustentáveis, podem ser carregados na garagem de casa ou durante o expediente, são silenciosos e consomem energia com mais eficiência. Para atender esse mercado, a Estapar em parceria com a Enel-X criou a primeira rede semipública de carregamento de veículos elétricos e híbridos, a Ecovagas.